lunes, 23 de mayo de 2011

Muçulmanos e cristãos entram em confronto no Cairo


Cristãos e muçulmanos entraram em confronto atirando pedras uns nos outros no subúrbio do Cairo na ultima quinta-feira (19/05). Isso aconteceu no evento de reabertura da igreja que havia sido fechada pelo governo anos atrás.

A igreja é uma das três que foram reabertas como parte do plano das autoridades egípcias para tentar acalmar as tensões religiosas recentes. O governo prometeu reabrir cerca de 50 igrejas em todo o Egito para acalmar os cristãos que se manifestaram durante a semana.

As manifestações eram também contra os recentes ataques de perseguição que ocorreram nas últimas três igrejas no
Cairo após a revolta popular que derrubou o ex-presidente Hosni Mubarak.

Na quinta-feira (19/5) os conflitos começaram quando a polícia acompanhava um grupo de cristãos para reabrir uma igreja. Mais de mil muçulmanos, incluindo alguns ultraconservadores salafistas, tentaram bloquear o caminho, e os dois lados começaram a atirar pedras um para o outro, segundo relatos.

A polícia prendeu algumas pessoas e a confusão foi desfeita rapidamente, segundo um dos oficiais que estavam no local, e que pediu anonimato para relatar o que ocorreu. Nenhuma pessoa foi ferida.

Enquanto alguns cristãos já se reuniam na
igreja reaberta, alguns cristãos decidiram ficar junto ao rio Nilo acampados, fora do templo. Eles decidiram continuar o protesto contra a perseguição religiosa.

Cerca de 10% dos egípcios são cristãos, e nesse mês, multidões de muçulmanos, aparentemente guiados por uma linha ultraconservadora do islamismo, destruíram e colocaram fogo em uma igreja localizada no subúrbio da cidade do Cairo.


Tradução: Lucas Gregório

Fonte: Portas Abertas

No hay comentarios: