sábado, 29 de octubre de 2011

1º Aniversário da obra do Senhor em Lima-Peru.

    No último dia 24 de outubro, a obra do Senhor em Lima, capital peruana, completou o seu primeiro aniversário. Júbilo, ações de graças, salvação, libertação, curas e a poderosa presença de Deus foram as características desse momento tão especial para todos os que estão envolvidos nessa obra santa, do nosso Deus de amor.
    Estivemos agradecendo ao Senhor durante três dias: 23,24 e 25 de outubro de 2011, pelos doze meses de muitas provas e vitórias. Nesse período, contamos com a presença de vários servos de Deus, entre os quais o Pr. Dionísio (Lima), Pr. Marcos Tulio (Piura), Pr. Everson Pereira (Piura), Pr. Jorge Chavez (Lima). O mais gratificante foi ver oito almas se renderem aos pés do Senhor nesses três dias. E os nossos dois primeiros auxiliares da igreja foram separados para o serviço da casa do Senhor, nascendo assim os primeiros obreiros. 
    Mais de duzentas mensagens foram enviadas por nossos irmãos e amigos através do ORKUT, FACEBBOK, HOTMAIL y do nosso BLOG, cada uma delas foi lida e não faltaram lágrimas de alegria e gratidão dos irmãos ao escutarem palavras de tamanho amor e compromisso. Dessa forma nossos corações foram inundados de um gozo inexplicável. Na ocasião foram inaugurados os corais de jovens (“Adoradores de Cristo”), com 12 componentes, e o das irmãs do círculo de oração (“Heroínas de La Fé”), com sete servas de Deus.
    São momentos como esses que nos mostram quão incapaz é a nossa linguagem, para expressar o que sente o nosso coração. Apenas o Criador, que esquadrinha a nossa mente pode ver o que vai dentro em nós.
    Somos conscientes de que é apenas o início e que ainda falta muitíssimo caminho pra percorrer, porém quando olhamos para trás e nos lembramos que apenas há um ano passado não conhecíamos nenhum peruano, como Deus nos fez encontrar um apartamento para viver, no primeiro dia em que chegamos nessa imensa cidade de nove milhões de habitantes, como abriu as portas para que comprássemos um carrinho para a sua obra, como passamos vários meses fazendo culto apenas a gente e as nossas filhinhas, como a saudade não somente do Brasil, mais também do Equador nos apertou... Quando nos lembramos de tudo isso e de muitas outras coisas mais, é impossível não chorar.
    Agradecemos a Deus, com toda força dos nossos corações, com toda nossa alma e com toda nossa fé por tudo o que Ele tem feito por nós e principalmente por tudo o que Ele está fazendo pela sua obra no solo peruano.
    Aproveitamos essa data para reiterar o nosso compromisso de gastar-nos e deixar-nos gastar pela obra do Mestre, na esperança de receber das mãos marcadas pelos pregos na cruz, o galardão e a vida Eterna com o Pai, naquele tão esperado e almejado dia, a partir do qual estaremos para sempre com o Senhor.

Terremoto, o segundo, e eu dirigindo NOVAMENTE!


Um forte terremoto de 6,7 graus foi sentido na sexta-feira em Lima e em várias cidades do Peru, gerando pânico na população, que durante vários minutos esvaziou escritórios e casas na capital.
De acordo com as autoridades, o tremor deixou 83 feridos, 132 casas desabadas e 660 desabrigados.
Os maiores danos foram registrados na cidade de Ica, 325 km ao sul de Lima, de 124.000 habitantes.
A imprensa local informou que o terremoto foi sentido em várias cidades costeiras e dos Andes, onde ocorreram cenas de pânico, apesar de até agora não terem sido informados danos ou vítimas.
Também ocorreram cortes nas comunicações telefônicas, que já foram restabelecidas.
O Instituto Geofísico do Peru informou que o terremoto foi de 6,7 graus na escala Richter e ocorreu às 13h54 locais (16h54 de Brasília), a cerca de 220 km ao sul de Lima, no Oceano Pacífico, a uma profundidade de 40 km.
"O epicentro foi perto da costa. Foi sentido em boa parte da serra, como Cuzco, Arequipa e Ayacucho, apesar de ali ter tido menor intensidade", disse o diretor do Instituto Geofísico, Hernán Tavera.
O Centro de Alertas para Maremotos do Pacífico não emitiu alerta, apesar de ter advertido que os terremotos dessa magnitude podem causar maremotos destrutivos.
O terremoto desta sexta-feira teve seu epicentro na mesma região onde em 15 de agosto de 2007 ocorreu um forte tremor, de 7,9 graus, que provocou a morte de mais de 500 pessoas.