sábado, 14 de noviembre de 2015

Você pode brotar outra vez também...

Porque há esperança para a árvore, que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos. Se envelhecer na terra a sua raiz, e morrer o seu tronco no pó,ao cheiro das águas, brotará e dará ramos como a planta.10 Mas, morto o homem, é consumido; sim, rendendo o homem o espírito, então, onde está? Jó 14.7-10


A fugacidade da vida está estampada nas escrituras em muitas porções e Jó não foi o único a meditar sobre a brevidade humana, porém o faz com uma autoridade moral e juízo crítico como nenhum outro. Entre tanto além de dissertar sobre o laconismo da nossa existência, o servo ferido fala sobre a durabilidade e resistência de uma árvore. Como um poeta relata que até mesmo uma árvore pode ser cortada e voltar a crescer, o que jamais poderia acontecer com um ser humano qualquer. Não obstante mais adiante, Jó reconheceu que a sua vida não era tão curta como presumia e que Deus faria com ele tal como com a árvore da sua analogia. Contra o seu próprio prognóstico, foi renovado e ao cheiro das aguas brotou outra vez. Jó deu ramos, prosperou e viveu para contar a história.

Você pode crer assim também? Você pode crer que aquilo que parece se encaixar perfeitamente na “teoria da nossa brevidade” pode ter uma solução nas mãos do nosso Criador? Se você respondeu que sim, parabéns, Deus usará a sua fé para lhe fazer brotar outra vez...

lunes, 14 de septiembre de 2015

Perto do fim!!!

Meu Deus! Dói observar quantos estão se perdendo, tal como antevia as escrituras. Crentes sem doutrina, cegos guiados por cegos, entregados as suas vaidades, aos seus sensualismos e pecado. Não têm paz nem o Espírito de Deus.

 Vivem sob o medo, a opressão, a possessão e vagam na "certeza" de que estão no caminho certo. 

Mas ainda há uma igreja santa, pura, cheia do poder de Deus. Que marcha vitoriosa escondida deste mundo o qual não pode vê-la. 

São os eleitos que muito em breve ouvirão o som da trombeta... 

São aqueles que não tem dúvida, que conhecem as escrituras, sabem que são fiéis e que não temem morrer.

 Que vc seja um deles...

viernes, 4 de septiembre de 2015

CEGOS DEMAIS PARA PODER VER!

A pesar de Sansão ser um homem de FÉ (Hebreus 11.32), morreu de uma morte, no mínimo, trágica, depois de ter seus dois olhos arrancados pelos seus inimigos. E como se, deixá-lo cego, não bastasse, leia o que mais aconteceu:


“Então, os filisteus pegaram nele, e lhe arrancaram os olhos, e fizeram-no descer a Gaza, e amarraram-no com duas cadeias de bronze, e andava ele moendo no cárcere.” (Juízes 16.21). 


Isso é profundo demais. Quantos homens e mulheres de Deus, outrora usados pelo Espírito, hoje estão sem ver, amarrados e servindo a Satanás! Se deixaram levar pelo “nada demais”, deixaram Jezabel dominar, e forjaram doutrinas pérfidas como do tipo: “o que a Deus  interessa é só o coração”. 
 
Mas isso é possível? Infelizmente sim! Observe o que disse Jesus:

“Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” Mateus 7.22,23.

Os “Sansões” do século XXI, sucumbiram no amor ao dinheiro, foram arrastados pelas profanações e fornicações de Caim, pereceram nos seus próprios conceitos distanciando-se completamente da poderosa Palavra de Deus.


Para piorar, os verdadeiros profetas se calam, os evangelistas descansam, e os pastores estão tomados por profundo medo da verdade falar.


Meu Deus, é tempo de despertar!!! Quantos dormem o profundo sono do jardim!...

O apelo que se faz neste momento é: REAJA!!!!! Não permita que tirem os seus olhos e o reduzam a servidão outra vez. Lute e até morra para combater o pecado na sua vida. E se você é um pastor, não seja mercenário. Dê a sua vida pelas ovelhas e não tenha medo, porque Deus será com os fiéis; e o que mais pode acontecer é que você receba o lucro dos leais (Fil. 1.21).  

Pastor Assuero Chagas do Nascimento

lunes, 31 de agosto de 2015

Mais uma familia para Jesus!!!!


No culto de ontem, mais uma família para Cristo. Durante o mês de agosto, dos muitos que se entregaram para Cristo, 7 se firmaram.

sábado, 8 de agosto de 2015

Reféns do passado, prisioneiros da tristeza: Deus faz uma coisa nova!

De repente tudo mudou e sua vida já não é a mesma? Uma notícia avassaladora mudou seu estilo de vida? A dor da traição oprime o seu peito ou a morte chegou aos seus? Disseram que você tinha estresse, depressão ou coisa semelhante?

Se não, o texto que você vai ler, guarde-o, porque você vai precisar dele um dia. Porém se você se identificou com essas indagações, Deus quer falar ao seu coração agora!

Deus havia permitido o pior e o seu povo havia sido levado cativo para um país estrangeiro e já não tinha motivo para cantar. Os que permaneceram na terra de Israel, foram dizimados lentamente enquanto que os exiliados cobriram o rosto de confusão. Homens, mulheres e crianças, caminhavam pelo deserto para o desconhecido mundo caldeu.

O Criador tinha cuidado dos detalhes; a meta era fazer o povo sofrer e entrar em razão. A dor era o único remédio. Nos corações já não havia esperança nem razão para cantar e um sentimento de profunda tristeza invadia o coração dos viageiros do Senhor.

Toda aquela situação produzia um vazio sem fim, um sentimento tão forte como uma tempestade, porém sem vento nem mar, só lágrimas e muita tristeza. Nesses momentos não se explica a dor, não se descreve o que se sente, apenas a solidão chega e quer ficar, ninguém pode entender, nem muito menos consolar.

Mas foi nesse contexto de escuridão da alma do seu povo, que Deus levantou o profeta Isaías e disse:

“Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas."

Como isso seria possível? Como esquecer tudo o que aconteceu? Como?

O Criador sabia que apenas de uma forma isso seria possível!

Enquanto o povo estava literalmente cansado de tudo e até de Deus (Is. 43.22), o Senhor estava propondo um novo recomeço. O Altíssimo estava prometendo abrir o mar outra vez e FAZER ALGO NOVO.

Era exatamente essa a preposta de Deus: Fazer algo novo acontecer!

Ele pôde permitir o mal? Tinha um propósito em toda essa dor? Sim! Deus não trabalha com casualidades, Ele não é pego de surpresa, ele quis fazer você entrar em razão, desculpe, ele queria chamar sua atenção. Não havia outra forma, Ele já havia tentado de tudo, o seu coração não permitia outra maneira e Deus precisava ter um encontro com você ainda que fosse necessário vê-lo sofrer e sofrer tanto.

Mas tudo bem, parece que você já entendeu e essa é a palavra de Deus para Israel, podes escutá-la também?

Eu farei algo novo e não vai demorar, não é uma promessa para muito tempo depois, eu farei com pressa.

Não retardarei mais a minha palavra, farei já! Todos verão que Eu Sou fiel.

Creia nesta palavra e liberte-se das correntes do seu passado, levante a sua cabeça e olhe para o horizonte, veja o bosquejo de Deus, o ensaio de uma nova história que ele está desenhando para vc.

Não se culpe! Você já entendeu! Você sabe que falhou com o Senhor, Ele permitiu tudo isso para dizer que te ama e não vai desistir de você, mas com carinho te leva de novo para o esconderijo do Altíssimo e poderás, outra vez, descansar.


Não seja refém do seu passado, esqueça o que passou... Deus está fazendo ALGO NOVO !!!!!!

Missionário Assuero.

miércoles, 5 de agosto de 2015

Estamo-nos afastando da sã doutrina, Laodiceia nos atencedeu...

Quando substituímos a genuína ação do Espírito Santo pela heresia do “Reteté”.

Quando pregamos o que gostam de ouvir e não o que precisam.

Quando nos promovemos, nosso nome, nossa imagem por meio do evangelho de Cristo.

Quando cultos inteiros de duas ou três horas só reservam uns poucos minutos a pregações ocas.

Quando o que mais importa são templos cheios, porém com vidas vazias.

Quando “parece que o pecado não é pecado mais”

Quando acabou a disciplina, o fermento levedou e o medo de dizer a verdade é o padrão.

Quando a falsidade, a mentira, o mexerico, a calunia é algo tão normal.

Quando Jezabel tem nos nossos templos mulheres descaradamente sensuais a representando.

Quando a piedade é substituída por desejo de ter mais, cada vez mais.

Quando já não há amor nos corações, porque a iniquidade se multiplicou, acabou o temor e todo mundo tem o direito de denegrir com uma roupagem de “direito de opinião”.

A tendência é a confusão, é o Icabô, é o abandono por parte do Senhor...

A consequência é o ser vomitado, como está escrito: “Eu sei as tuas obras, que nem és frio nem quente. Tomara que foras frio ou quente! 16 Assim, porque és morno e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. 17 Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta (e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu)” Ap. 3.15-17.

Que Deus ajude os seus, que Deus guarde os santos, os que não mancharam as suas roupas neste pântano de infiéis.


MARANATA MARANATA MARANATA MARANATA !!!!!!!!!!!!!!!

Assuero Chagas do Nascimento.

sábado, 13 de junio de 2015

Quando o problema somos nós…

O clima era de adoração, os corações estavam quebrantados e o desejo do rei era agradar a Deus. Todo o povo estava reunido e havia júbilo, dança, festa, o regozijo pairava no ar. De repente, o riso se tornou em tristeza, a esperança em terror e ninguém entendia o que estava acontecendo. Porque a ira de Deus se havia acendido de uma tal forma? Uzá teve morte instantânea. A nova versão internacional afirma que Davi ficou “contrariado”!?. (1 Cr. 13.9,10). O coração do pastor de Israel não ficou da mesma forma, se encheu de tristeza e de medo, então desistiu de levar a arca, que representava a gloria de Deus, para o lugar que havia preparado.
 O que você faria nessa situação? O que você acha que o grande rei e poeta de Israel fez? Exatamente, Davi tomou tempo para orar, deixou o que queria fazer de lado e se dedicou a uma profunda reflexão, mas não podia imaginar qual seria a resposta de Deus. Davi, eu sinto muito, mas o rei é você e o problema está na maneira como você fez o que deveria ter feito! A resposta de Deus pode não ter usado essas mesmas palavras, mas foi isso que ele entendeu, percebeu que o problema não estava em levar a arca, mas a forma como ele queria executar a vontade de Deus era errada, estava em desobediência e colocando em risco a todo o povo. David então descobriu que a lei proibia que carros levassem a arca, os filisteus faziam assim, mas apenas os levitas podiam, em seus ombros, tomar este grande privilégio. Talvez Deus esteja contente com o desejo do seu coração e está disposto a abençoar a obra das suas mãos, mas é essa a forma que Deus quer? Talvez vc, como Davi, precisa tomar um tempo de reflexão, um momento de calma, vá para o jardim, fale com o Senhor, converse com o seu amigo, Ele nunca desistirá de você. Faça o seu coração saltar de alegria outra vez e se preocupe de novo com a Glória.

1 Crônicas 15.15 - “E os filhos dos levitas trouxeram a arca de Deus aos ombros, como Moisés tinha ordenado, conforme a palavra do Senhor, com as varas que tinham sobre si.”


Assuero Chagas do Nascimento – Missionário no Peru.